Loading...

Follow Vida Low Carb on Feedspot

Continue with Google
Continue with Facebook
or

Valid
Vida Low Carb by Mariana Montezzana - 1w ago

Antes de começar low carb, eu achava que carboidrato era pão, macarrão, batata, arroz. E que substituir esses alimentos por versões integral ou light ajudava a emagrecer.

Quando comecei a pesquisar sobre low carb, entendi que não é bem assim, e que a quantidade de carboidratos na dieta, independente se integral ou não, é que define o quanto vamos pesar.

E também ficou claro que muitas pessoas também pensam como eu pensava sobre os carboidratos e que entender melhor esse conceito ajuda a entender o dia a dia da dieta para ter resultados.

Nesse artigo, vou explicar melhor o que é carboidrato e como diminuir (não zerar) o consumo dele emagrece e ajuda a controlar o peso ao longo da vida.

Todos os alimentos são formados por 3 macronutrientes: gordura, proteína ou carboidrato, em diferentes proporções.

Os carboidratos, embora entreguem menos calorias do que a gordura (gordura tem 9 calorias por grama enquanto os carbos tem 4), fazem a glicose no sangue subir, diferente da gordura e da proteína.

A glicose em excesso faz o corpo produzir mais insulina e esse processo gera mais fome – que em geral se traduz na vontade de comer ainda mais carboidrato. “Impossível comer um só”, como tão sabiamente diz o slogan de um salgadinho.

Em uma dieta tradicional, os carboidratos representam algo entre 50% a 60% das calorias consumidas no dia. Na dieta low carb isso passa a ser de 5% a 15% do valor total (ou mais, dependendo do objetivo), como explico melhor aqui.

Ao baixar o consumo dos carboidratos, naturalmente a gordura passa a representar um % maior das calorias, já que ela entrega o dobro de calorias por grama do que o carboidrato.

O que é carboidrato?

Veja os tipos de carboidratos encontrados nos alimentos do nosso dia a dia:

Glicose – Encontrado no mel, xarope de milho, tubérculos (batatas, etc), arroz, farinha Frutose – Açúcar presente nas frutas Galactose – Presente no leite e seus derivados, quando em união com a glicose (lactose) Lactose – Açúcar do leite e derivados Sacarose – Açúcar de mesa e derivados (demerara, mascavo, de cana, melaço, etc) Maltose – Açúcar do malte, provém da fermentação de cereais como a cevada Amido – É a reserva energética das plantas, está presente nos grãos e cereais Celulose – Presente em frutas, legumes, hortaliças, nozes e cascas de sementes. É a fibra, tem carboidratos que não impactam no açúcar no sangue. Por isso usamos os carboidratos líquidos como referência, que são os carbos totais subtraindo as fibras.

Existem carboidratos simples e carboidratos complexos. Os carbos simples são formados por cadeias menores de açúcar e, por isso, são digeridos mais rapidamente, tais como massas e doces em geral.

Já os carbos complexos, com cadeias maiores que os simples, demoram a serem digeridos pelo fato de estarem associados às fibras. Boa parte dos vegetais faz parte dessa categoria e são eles os carboidratos que priorizamos na alimentação low carb.

Low carb, com o nome já diz, é uma dieta de baixo carboidrato e não zero carboidrato. Não precisa zerar o consumo de carboidratos para emagrecer, pois eles ajudam nas funções metabólicas e estão em alimentos super saudáveis.

Buscando controlar o nível de glicose no sangue, sem causar picos de insulina que fazem com que tenhamos fome o tempo todo, o consumo de carbos complexos aumenta o nível de açúcar mais devagar, nos dando energia por mais tempo que os carbos simples.

Embora os carbos complexos virem glicose no sangue mais devagar, eles ainda viram glicose mesmo assim, por isso em low carb priorizamos as opções de frutas e vegetais que tenham mais fibras e menos carboidratos.

Quando associados ao consumo de gorduras naturais e proteínas (carnes e ovos), estes carboidratos complexos saciam por muito mais tempo e, em consequência, nos fazem emagrecer!

Veja aqui sobre os carboidratos do bem

O que é carboidrato?

Já os carbos simples possuem o índice glicêmico alto e são restritos na alimentação low carb. O açúcar e suas variações, farinha branca e arroz são alguns dos alimentos desta lista.

Por incrível que pareça, encontramos esses carbos na maioria dos produtos processados presentes no mercado, sejam eles doces ou salgados (molhos, por exemplo).

Ler os rótulos em busca de termos como adoçante, xarope e outros relacionados com o açúcar, tais como sacarose, lactose, maltose, glicose e dextrose, faz toda a diferença.

Ainda que seja necessário ter cuidado com o tipo de carboidrato consumido, não dá pra esquecer:

A energia gerada pelo consumo de carboidratos ajuda a alimentar nosso cérebro e suas sinapses, os músculos, coração, rins, baço e fígado… Por isso, é difícil manter a longo prazo uma dieta que não tenha NADA de carboidratos.

Você se vê comendo a mesma comida pro resto da vida? Eu não.

Biologicamente, pode até ser possível viver apenas de gordura ou proteína como alguns povos na história.

Mas é um erro reduzir tudo à biologia. Alimentação também é social, também é emocional. Então é importante não ser tão restrito.

Por esta razão mantenho uma alimentação baseada em comida de verdade, low carb.

Com ela é possível comer bem, manter a saciedade por muito tempo e quebrar com o ciclo de picos de insulina que nos fazem comer mais e mais carbos ruins e fazer com que o excedente dele se acumule em nosso corpo na forma de gordura.

O que são carboidratos líquidos?

Na alimentação low carb, controlamos o consumo de carboidratos, mas não o total e sim os carboidratos líquidos. Carboidratos líquidos são o total de carboidratos menos a quantidade de fibras que um alimento tem:

CARBOS LÍQUIDOS (NET CARBS) = CARBOS TOTAIS – FIBRAS

Substituímos as fibras do total de carboidratos porque as fibras não impactam no nível de glicose no sangue.

Veja mas sobre como contar carboidratos pra emagrecer aqui

Que tal quebrar com esse ciclo e emagrecer? Saiba por onde começar através do meu Guia para Iniciantes Low Carb.

Ficou alguma dúvida sobre o que são os carboidratos? Deixa nos comentários e eu vou completando o conteúdo.

The post O que é carboidrato? appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 
Vida Low Carb by Mariana Montezzana - 1w ago

Sim, é possível fazer um empanado low carb tão bom quanto o feito com farinha de rosca ou farinha branca!

Já testei empanar com diversas farinhas, de amêndoas, de coco e tantas outras… mas nenhuma superou uma das mais fáceis e baratas de encontrar: a farinha de linhaça.

Seja a farinha de linhaça dourada ou de outro tipo, todas são válidas na hora de empanar carnes ou mesmo para fazer uma coxinha low carb (foi meu primeiro experimento com essa farinha)!

Empanado Low Carb | Vida Low Carb - YouTube

Empanado Low Carb

Ingredientes
2 filés de tilapia
Alho em pó a gosto
Sal e pimenta branca a gosto
½ xícara de farinha de linhaça dourada
½ xícara de queijo parmesão ralado fininho
2 ovos batidos
Manteiga e azeite de oliva a gosto

Empanado Low Carb

Modo de preparo
Corte os dois filés de tilápia no meio
Tempere os filés com sal e pimenta branca a gosto
Misture o alho em pó, ao queijo parmesão e à farinha de linhaça dourada
Passe os filézinhos de peixe pelos ovos batidos, retire o excesso e passe pela mistura para empanar
Em uma frigideira, aqueça manteiga e azeite de oliva a gosto
Quando a manteiga derreter, adicione os filés no fogo
Deixe por 3 minutos de cada lado ou até dourar, repetindo o processo do outro lado
Em um recipiente coberto com papel toalha, disponha os peixes empanados.

Dá para usar essa técnica para empanar peito de frango ou outros cortes de aves, assim como outras carnes em geral. Já me falaram que dá certo fazer na air fryer, mas admito que não testei para dizer com certeza se fica melhor ou não que no fogão…

Já tinha testado esse método low carb de empanar? Faz de outro jeito? Me conta nos comentários!

The post Empanado low carb: Qual farinha usar? appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Têm dúvidas sobre o que comer na dieta Low Carb? Já tentou mudar a alimentação, mas não sabe por onde começar?

Calma que te ajudo com isso! O melhor a se fazer, em um primeiro momento, é saber o que comer ou não no dia a dia, então vamos lá…

No vídeo de hoje faço um resumão de tudo o que é permitido comer na dieta low carb e o que não é. Assim fica mais fácil tirar do papel os planos de emagrecer esse ano, né?

Guia de Alimentos Low Carb | Vida Low Carb - YouTube

Se você ainda tem dúvidas sobre quais alimentos são permitidos ou não no estilo de vida low carb, não deixe de conferir meu material especial apenas sobre isso!

É novo nesse jeito de se alimentar? Confira meu Guia para Iniciantes Low Carb!

Gostou do vídeo? Não deixa de se inscrever no canal Vida Low Carb no Youtube para sempre ficar por dentro das novidades publicadas lá.

The post O que Comer na Dieta Low Carb (ou não) appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Ansiedade low carb é um dos temas mais pesquisados por quem já conhece um pouco a alimentação low carb ou sofre de compulsões alimentares e pretende ter um estilo de vida low carb.

Sim, é natural um pouco de ansiedade com tudo que é novo e muda nossos hábitos, o problema é a quantidade de tempo que vivemos neste estado. Se manter ansiosa o tempo todo é prejudicial à saúde e, sim, à sua alimentação!

Comer demais, comer rápido demais, sentir dores estomacais sempre: são algumas questões que uma pessoa ansiosa pode apresentar e devem ser trabalhadas tirando os nós da ansiedade, respirando fundo e relaxando. Vamos relaxar?

Ansiedade Low Carb 1# Dica para Relaxar Invista em chás calmantes!

Não precisa ser só na hora de dormir, chás que acalmem são ótimos para relaxar o corpo e, consequentemente, a mente.

Nada de chá verde, preto, branco ou outro que contenha no seu composto cafeína. É hora de desacelerar!

Entre os chás que são ótimos neste momento, entram o chá de camomila, erva doce ou melissa, capim cidreira, passiflora (flor do maracujá), lavanda (feito com as flores dela) ou de hortelã.

Chá ou mesmo o suco feito com o maracujá é extremamente relaxante também. Lembrando que adoçar, só se for com adoçante e ainda sim não aconselho. Se trata de um remédio natural, então é bom manter as propriedades dele sem nenhum tipo de açúcar.

Ansiedade Low Carb 2# Dica para Relaxar Alimentos calmantes? Eles existem!

Pode parecer que não, mas os alimentos têm mais que nutrientes, vitaminas e minerais para nos dar. Muitos deles podem servir como calmantes!

O mais famoso é o maracujá, que pode ser usado em sucos como já comentei, mousses, bolos e assim por diante.

A lista dos demais alimentos já é mais curiosa e diferente. Você sabia que no talo da alface há uma propriedade chamada lactucina que é calmante? Consumir diariamente salada com alface é uma boa ideia para relaxar.

Outro alimento ótimo para acalmar são as castanhas, sejam elas nozes, amêndoas, castanhas do pará ou outras oleaginosas com menos carboidratos. Elas fornecem vitaminas que auxiliam a diminuir o estresse e gerar o relaxamento que os ansiosos tanto precisam.

O chocolate 70% cacau ou mais não serve só para aqueles momentos de TPM, ele realmente é um ótimo aliado contra a ansiedade e o stress: é rico em magnésio e outras propriedades calmantes! Claro, sempre é bom cuidar a quantidade consumida dentro do consumo de carboidratos líquidos permitida.

Outro alimento que contém magnésio e ajuda a relaxar é o abacate, uma das frutas mais low carb que existem. Além do magnésio, ele contém uma substância chamada beta sistoterol, que regula os níveis de cortisol, hormônio responsável pelas taxas de estresse no corpo.

Para quem gosta de frutos do mar, precisa saber que as ostras entram na lista dos alimentos que nos acalmam: são ricas em zinco, mineral que auxilia nessa questão.

Ansiedade Low Carb 3# Dica para Relaxar Mindful eating

Já ouviu falar em mindful eating? Bem, se trata de um método que nos leva à um estado de relaxamento e entrega ao ato de comer que pode auxiliar na ansiedade e nas questões que envolvem beliscar comidas o tempo todo ou comer compulsivamente.

Através dele, entendemos a importância de se desconectar de celulares, TVs ou outros aparelhos eletrônicos ao comer e realmente prestar atenção ao que estamos consumindo.

A palestra abaixo, comandada por um endocrinologista explica como se dá esse processo. É só pra te dar um gostinho de como é interessante pôr em prática essa técnica:

Mindful Eating: Uma perspectiva na Compulsão Alimentar | Marcelo Monteiro | TEDxSantarem - YouTube

Ansiedade Low Carb 4# Dica para Relaxar Ponha seu corpo em movimento

Ah, a endorfina! Não há jeito melhor de relaxar que fazer ela circular no nosso corpo através dos exercícios. E isso não se trata de fazer academia, musculação ou algo mais pesado.

Pode ser fazer yoga, caminhadas diárias de curta distância ou mesmo tai chi chuan: manter o corpo em movimento é o que importa.

Tem dúvidas sobre exercícios e a dieta low carb? Respondo tudo sobre o assunto aqui!

Ansiedade Low Carb 5# Dica para Relaxar Fique ao ar livre

Escolha um lugar, um banco, uma árvore, um ponto perto de um lago, rio, riacho… respire fundo, olhe para o céu, note o movimento das árvores e dos pássaros, das nuvens no céu…

Tire um tempo para se conectar com a natureza e o ar puro, a calma e o silêncio que você não encontra no dia a dia.

Se desligue da correria diária e foque na sua respiração, limpando seus pensamentos. Pode ter certeza que essa é uma ótima dica para realmente relaxar.

Ansiedade Low Carb 6# Dica para Relaxar Medite!

Comece a tomar mais consciência do seu corpo e dos seus sentimentos, a meditação nos guia e abre portas para o relaxamento.

Assim como o mindful eating, a meditação em geral é importante para trabalharmos a sensibilidade e, dessa forma, conseguirmos entender o que o nosso corpo diz antes de ficarmos ansiosos em crise.

Este é o momento para esvaziar a cabeça dos pensamentos futuros, focando no presente e, de preferência, no passo que já demos em favor da nossa saúde e bem estar.

Ansiedade Low Carb 7# Dica para Relaxar Desconecte-se

Estamos acostumados e, por vezes, viciados em olhar as telinhas que nos acompanham diariamente. Nossa ansiedade também está ligada à isso!

É redes sociais, aplicativos de todos os tipos apitando a todo momento e o fato de não conseguirmos acompanhar tudo ou de utilizarmos esse meio para nos compararmos com as demais pessoas, como nas redes sociais, complica tudo.

Tire algumas horas do dia para simplesmente desligar seus aparelhos ou deixá-los longe de você. Leia um livro, vá passear, reveja seus hobbies, utilize seu tempo de forma saudável!

Ansiedade Low Carb 8# Dica para Relaxar O que eu quero dizer é…

Em tempos solitários, onde praticamente toda interação ocorre pela Internet, é difícil se abrir e conversar sobre o que sentimos ou deixamos de sentir…

Às vezes há aquele parente, amigo ou colega de trabalho que nos ouve, mas essa não é a realidade de todo mundo, não é mesmo?

Por isso minha dica é todo dia tirar um momento para escrever como você anda se sentindo, o que você faz quanto ao que sente, como você se vê, conquistas, desafios e assim por diante.

Escrever é uma forma de espairecer a mente e, dessa forma, o corpo também!

Ansiedade Low Carb 9# Dica para Relaxar Venham a mim, boas companhias!

Encontrar pessoas que estão com os mesmos planos que você é muito gratificante e, sim, relaxante! Pessoas que te entendam e te ponham pra cima são as melhores companhias nessa hora.

Procure por grupos on-line ou off-line de pessoas que também estejam mudando seu estilo de alimentação para o low carb.

Troque ideias, informações, receitas e muita motivação, vai ser bom para você para todos que fazem parte desse círculo.

Ansiedade Low Carb 10# Dica para Relaxar Palavras positivas se tornam ações positivas

Procure listar e entrar em contato com conteúdos em vídeo e livros que tratem de assuntos positivos e, de preferência, que possam agregar ao seu crescimento.

Acessar informações positivas geram ações positivas em favor do nosso próprio bem estar e saúde física e mental. Vamos nos ligar ao que é positivo?

Gostou das dicas? Qual outra dica você usa para relaxar? Me conta nos comentários!

The post Ansiedade Low Carb: 10 Dicas para Relaxar appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Kombucha é low carb? Bem, para te responder isso preciso explicar um pouco sobre o que é a kombucha.

Originária da China em cerca de 221 a.C., a kombucha é uma bebida probiótica (regula flora intestinal) à base de chá preto ou chá verde.

Assim como o kefir, a fermentação desse chá ocorre através de um conjunto de mais de 30 bactérias e leveduras que, no caso do kombucha, são conhecidas como scoby (comunidade simbiótica de bactérias e leveduras, ou em inglês: symbiotic culture of bacteria and yeast).

Kombucha é low carb?

O scoby, em contato com o chá preto ou verde adoçado com açúcar branco, passa a se alimentar deste carboidrato e gera a fermentação desejada. Como a colônia de bactérias consome o açúcar do chá, o resultado final – o kombucha – é low carb.

Entre os diversos benefícios do consumo dessa bebida estão o auxílio no sistema digestivo através dos antioxidantes presentes no chá fermentado, assim como a preservação do colágeno através de uma substância gerada na fermentação chamada glucosamina.

Kombucha tira do jejum intermitente? Sim, ele tira. Como não há como saber se o scoby consumiu todo o açúcar do seu kombucha caseiro, ou mesmo dos engarrafados que encontramos prontos por aí, há resquícios calóricos nesta bebida.

Conforme explico melhor aqui, qualquer bebida calórica faz com que não fiquemos mais em jejum.

Onde encontro o kombucha? Esta bebida fermentada é encontrada pronta em comércios, já com a adição de ingredientes como limão, gengibre e afins.

Para quem prefere fazer o chá em casa, é necessário buscar por alguém ou um grupo que realize doações de scobys na sua cidade.

Assim como o kefir, o scoby ao fermentar o chá e criar o kombucha, se desenvolve e cria “mudas”. São elas que são doadas para novas pessoas.

A colônia do scoby é parecida com uma panqueca, é redonda e meio transparente. Normalmente o seu “filhote” fica por baixo do scobi inicial quando há a duplicação da colônia.

Para doar, deixe 100ml do chá em que ele foi criado junto com ele em um recipiente de vidro fechado com voal ou pano de algodão e elástico.

Como fazer o meu kombucha? Não se preocupe, te ensino a fazer esse chá fermentado aqui:

Kombucha é Low Carb? Kombucha Ingredientes

Scoby com 100ml do chá que veio com ele
1L de água quente
Chá preto ou verde
Açúcar branco a gosto

Utensílios para o preparo

Vidro com torneira que comporte 1L ou mais para a fermentação
Panela ou leiteira de inox para fazer o chá
Talheres de plástico ou madeira para mexer/transportar o scoby (opcional, caso faça como eu e utilize as próprias mãos)
Garrafa pet esterilizada para colocar o kombucha pronto
Peneira de plástico ou inox

Kombucha Passo a passo

Adicionar o chá preto ou verde na água quente, incluindo o açúcar branco (na quantidade que normalmente você adoçaria ele) e misturar
Deixar o chá esfriar e passar o mesmo para um recipiente de vidro com a boca larga, usando a peneira para retirar qualquer vestígio do chá
Após esfriar, adicionar ao chá o scoby com as mãos esterilizadas*, fechando o bocal do recipiente com um voal ou pano de algodão e usando um elástico para manter o pano no lugar, para que haja oxigenação da bebida
Mantenha em local arejado e protegido do sol de 5 a 15 dias, vá provando o chá a cada dia fermentado (após os primeiros 2 dias) para ver se ele está bom (nem muito doce, nem muito azedo)

Importante: Caso sinta um sabor muito acético (sabor de vinagre), dispense 90% do chá e comece o processo do início com os 100ml de chá junto ao scoby

Assim que estiver pronto, repasse o chá fermentado para uma garrafa pet que seja bem vedada (para que o gás da fermentação não se perca), deixando cerca de 100ml junto ao scoby para nova fermentação
Espere o recipiente pegar pressão e, só depois, o coloque na geladeira
Consuma o kombucha em até 10 dias, mantendo refrigerado
Repita o passo a passo ou, caso queira parar a produção, adicione mais 500ml de chá adoçado em temperatura ambiente e mantenha por até 2 meses o scoby junto ao chá em local fresco e escuro
Caso queira adicionar limão, canela ou cravo, frutas vermelhas ou outro ingrediente low carb ao chá já fermentado, não há problemas
Tenha cuidado ao abrir a garrafa com o kombucha pronto, a pressão do gás é grande, então abra aos poucos

*Assim como o kefir, o uso de colheres que não sejam de plástico, madeira ou inox são proibidas. Como se trata de uma colônia de bactérias, não me sinto muito segura para utilizar qualquer um desses meios que podem acabar contaminando o scoby, por isso prefiro lavar bem as mãos e utilizar elas para passar ele de um recipiente para outro.

Algumas pessoas esperam de 1 a 2 dias para passar o kombucha da garrafa pet para uma de vidro, pelo risco da mesma explodir com a pressão inicial da bebida (por isso indico a garrafa pet como local final da sua produção).

Vi muitas pessoas falando sobre usar outros tipos de açúcar para a fermentação do kombucha, mas acredito que o açúcar branco seja a melhor fonte de carboidratos pura para alimentar o scobi e auxiliar na fermentação da bebida.

O mesmo vale para sucos, frutas e demais ingredientes (especiarias): deixe para adicioná-los depois que transferir o kombucha para outro recipiente, assim você mantém a produção do seu scoby limpa.

Diferente da muda de kefir, o scoby não deve ser congelado, caso queira manter a produção parada por um tempo, faça como indiquei no passo a passo para fazer o kombucha.

Como o chá fica com gás, dá até para fazer alguns drinks alcoólicos refrescantes com ele, adicionando vodka ou outra bebida alcoólica low carb.

Outra forma de consumir o kombucha é adicionando parte dele à um smoothie, seja ele de frutas vermelhas, abacate ou outra fruta low carb.

Quem não deve tomar kombucha? Ainda que a produção do kombucha pelos scobys não passe de 1% de álcool em seu produto final, essa bebida não é aconselhada para quem trata alcoolismo ou têm problemas de fígado. Ela também é contraindicada para grávidas e mulheres em período de amamentação, pois o kombucha age como laxante para o bebê (que consome resquícios da bebida através do leite materno) e contêm substâncias anticoagulantes. Crianças menores de 6 anos, hipertensos, pessoas com problemas gástricos e diabéticos também não devem consumir a bebida. Para crianças maiores de 6 anos, só o kombucha diluído em água pode ser consumido casualmente como um probiótico natural.

Como saber se meu scoby morreu? Se sua colônia estiver com cores e texturas parecidas com as do mofo, se desfaça da sua muda e procure outra doação, a possibilidade de uma intoxicação alimentar do kombucha produzido por ela será imensa!

Cuidado com o uso de metais de todos os tipos! Os metais contaminam o scoby e estragam a produção do kombucha, mantenha o uso de qualquer utensílio ou recipiente de metal longe da sua fermentação.

Gostou das informações e dicas? Tem mais alguma dúvida sobre o uso e preparo do kombucha na dieta low carb? Me fala nos comentários!

The post Kombucha é Low Carb? As Maiores Dúvidas Respondidas (+ Receita) appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 
Vida Low Carb by Mariana Montezzana - 2M ago

Um beijinho low carb! Doce bem brasileiro – assim como o brigadeiro – e, agora, em uma versão com poucos carboidratos.

Essa é uma ótima receita para fazer daquela festa de aniversário ou aquela noite com os amigos um momento especial sem precisar sair da dieta.

Beijinho Low Carb | Sobremesas Vida Low Carb - YouTube

Beijinho Low Carb Ingredientes

50 ml creme de leite
50 ml de óleo de coco (opcional)
25 g coco ralado seco
1 colher de sopa de manteiga sem sal
50 ml leite de coco
2 colheres de sopa adoçante xilitol
Coco ralado a gosto para enrolar
Cravo da índia a gosto

Beijinho Low Carb Passo a passo

Derreter a manteiga, colocando o creme de leite, óleo de coco, adoçante, leite de coco e coco ralado seco sem açúcar na panela, mexendo até dar uma encorpada.
Misture até estar encorpado e leve à geladeira por 2 horas, pelo menos.
Enrole as bolinhas e passe no coco ralado, colocando os cravinhos em cima. Ou coma de colher.
Mantenha guardado na geladeira.

Essa receita é super simples, assim como a do brigadeiro low carb, e é ótima para aliviar a vontade de comer um docinho.

Até para rechear um bolo low carb esse beijinho de poucos carboidratos fica perfeito.

O que achou da receita? Quais outros doces você gostaria de ver a receita low carb? Conta para mim nos comentários!

The post Beijinho Low Carb appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 
Vida Low Carb by Mariana Montezzana - 2M ago

Mais que um poke, um poke low carb!
O prato que é sensação em restaurantes brasileiros, vindo do Hawaii, é bem colorido e refrescante.

Nesta versão low carb, o arroz japonês sai de cena, assim como frutas como a manga, rica em frutose e carboidratos.

Admito que não sinto falta alguma daquele monte de arroz que enfiam no fundo do prato para colocar meia dúzia de pedacinhos de salmão por cima.

Quem adora um peixe cru vai se apaixonar por essa receita:

Poke Low Carb - Receitas Vida Low Carb - YouTube

Poke Low Carb Ingredientes

Pepino japonês cortado em tiras finas a gosto
Cebola roxa picada a gosto
Melão em tiras a gosto
Couve crocante a gosto
Salmão a gosto
Abacate em tiras a gosto
Gergelim tostado a gosto

Molho

5 colheres de sopa de shoyu sem adição de açúcar
2 colheres de sopa de vinagre de arroz
1 gota de wasabi em pasta
2 colheres de sopa de cebola branca picada em pequenos pedaços a gosto
2 colheres de sopa de cebolinha
2 colheres de sopa de azeite de oliva

Poke Low Carb Modo de preparo

Cortar em cubos pequenos o salmão e reservar
Cortar em tiras a couve, levando ao forno a 180ºC por cerca de 15 minutos, quando estiver seca e crocante, retirar
Picar a cebola branca e a cebola roxa, escaldando ambas e, em seguida, deixando na água gelada antes de escorrer
Cortar em tiras o melão e o abacate, cortar em fatias finas o pepino japonês, reservando
Em uma frigideira, tostar o gergelim
Misturar o shoyu ao vinagre de arroz, à uma gota de wasabi e ao azeite de oliva, adicionando a cebola branca e a cebolinha picada
Montar, em um recipiente redondo, o poke, começando pelo salmão, adicionando o melão e abacate, pepino japonês, cebola roxa em fatias finas e, por último, regando com o molho e colocando a couve crocante
Misturar todos os ingredientes antes de comer

O molho que acompanha o poke fica ótimo em saladas também, em especial às que levam pepino japonês na receita.

Gostou da dica? Me conta aqui nos comentários!

The post Poke Low Carb appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Pasta de amendoim low carb existe? Ela tem poucos carboidratos mesmo? Essas e outras perguntas foram respondidas aqui.

Muita gente me pergunta sobre a pasta de amendoim e resolvi responder tudo sobre ela aqui para esclarecer as dúvidas principais.

Pasta de Amendoim Low Carb

Pasta de amendoim é low carb? Primeiro, assim como o amendoim, leguminosa rica em proteínas vegetais, a pasta de amendoim é low carb sim, ainda que contenha açúcar na sua composição.

Claro que, como o próprio amendoim, não dá para consumir demais diariamente, em especial se você tem muito peso a perder.

Mas para um lanche de vez em quando ou para usar em alguma receita, não há problemas.

Pasta de Amendoim Low Carb

Pasta de amendoim é a mesma coisa que manteiga de amendoim? Não, não é! A diferença é simples, mas pode mudar o que você vai comprar dependendo da fase de emagrecimento em que você se encontra.

A pasta de amendoim leva açúcar e, algumas versões, contêm gordura hidrogenada. Já a manteiga de amendoim é a mais natural e sem açúcares.

Tem mais peso a perder? Aconselho a manteiga de amendoim. Tem menos peso a perder ou está em manutenção? A pasta de amendoim pode ser uma boa.

Pasta de Amendoim Low Carb

Cuidado com as versões com açúcar. Como sempre proponho aqui, é muito importante ler os rótulos sempre. Muita gente confunde creme de amendoim com pasta de amendoim, por exemplo.

Mas se fôssemos comparar os rótulos de ambas, veríamos uma diferença enorme na quantidade de açúcar e conservantes de um para outro.

O creme de amendoim acaba sendo quase a mesma coisa que um nutella de amendoim: rico em gorduras hidrogenadas e açúcar. Fuja!

Pasta de Amendoim Low Carb

Onde consigo usar a pasta de amendoim?

Dá para consumir só ela, com um pouco de adoçante ou adicionar ela às receitas low carb. Por sinal, tenho algumas muito boas para te passar!

Pasta de Amendoim Low Carb

Como fazer minha manteiga de amendoim?

Levando em conta que a manteiga é a opção mais saudável e menos processada, vou te ensinar a fazer ela em casa! Assim fica mais fácil saber o que está consumindo ao invés de analisar rótulos.

Receita de Manteiga de Amendoim

Manteiga de Amendoim
Ingredientes

  • 500g de amendoim descascado e sem sal
  • Sucralose a gosto (opcional)

Manteiga de Amendoim
Passo a Passo

  • Caso queira o amendoim mais torrado, passe todo ele para uma assadeira e deixe em forno pré-aquecido a 260ºC e deixe por cerca de 15 minutos, sempre olhando e mexendo o recipiente de 5 em 5 minutos para torrar por igual
  • Se preferir um gosto mais suave na manteiga de amendoim, pule esse primeiro passo, adicionando parte do amendoim à um processador
  • Ligue o processador e vá batendo aos poucos algumas partes do amendoim até que ele se torne uma pasta
  • Vá parando aos poucos, passando uma colher na volta do processador antes de pulsar
  • Esse processo pode levar até 30 minutos, dependendo da potência do seu processador e de como você quer deixar sua manteiga: com pedacinhos ou bem cremosa (vá parando e analisando a textura até ficar do jeito que você quiser)
  • Caso use o liquidificador para esse processo, mantenha a ideia de ir adicionando aos poucos o amendoim, mas também acrescente uma colher de chá de óleo de coco à mistura, caso o liquidificador não dê conta de bater aos poucos os amendoins
  • Caso queira manter adoçada a manteiga, adicione algumas gotas de sucralose à manteiga antes de passar ela para um pote de vidro para conservá-lo
  • Acho melhor manter ao natural e adicionar o adoçante quando for fazer a receita ou consumir ela, mas fica à seu critério.

Essa manteiga de amendoim dura cerca de 10 dias conservada na geladeira, uma ótima opção e é bem mais em conta que comprar ela pronta em qualquer lugar.

Conseguiu tirar todas as suas dúvidas? Caso ainda tenha alguma, me envia nos comentários!

The post Pasta de Amendoim Low Carb: Principais dúvidas + Receitas appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Quer acelerar o emagrecimento com Low Carb mas não sabe por onde começar? No vídeo de hoje te ajudo com isso!

Antes de dar minhas 5 dicas de ouro para, realmente, perder peso, achei necessário falar sobre expectativas. Elas são naturais, mas não podem regular a nossa vivência nessa mudança de estilo de vida, hein?

5 Dicas Para Acelerar o Emagrecimento | Vida Low Carb - YouTube

Como eu falei, não existe milagre na hora de emagrecer. Podem falar de chás e receitas “seca barriga”, mas é tudo enrolação!

Foque nos seus objetivos e, com paciência, trilhe o seu caminho para uma vida repleta de bem estar e saúde real.

Se você gostou do conteúdo, não deixa de se inscrever no canal Vida Low Carb para acessar esse e tantos outros vídeos sobre low carb na vida real.

Tem algum outro assunto que gostaria que eu tratasse por lá? Me fala nos comentários.

The post 5 Dicas para Acelerar o Emagrecimento com Low Carb appeared first on Vida Low Carb.

Read Full Article
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Separate tags by commas
To access this feature, please upgrade your account.
Start your free month
Free Preview