Loading...

Follow The Wideo Blog on Feedspot

Continue with Google
Continue with Facebook
or

Valid
Você certamente já ouviu que um vídeo de marketing pode impulsionar suas conversões e vendas. Mas a realidade é que, se ninguém visita seu site, ninguém vai comprar seu produto ou serviço.

Sua principal preocupação é fazer as pessoas irem para o seu site e, portanto, você precisa melhorar sua estratégia de SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca ).

Mas e se eu lhe dissesse que um único vídeo explicativo animado poderia impulsionar seus esforços de SEO e vendas ao mesmo tempo?
Vamos ver como um vídeo de marketing animado não apenas aumenta suas taxas de conversão, mas também ajuda você a melhorar sua campanha de SEO e classificar-se nas primeiras posições nos mecanismos de pesquisa.

Aumenta o tempo médio de visita ao site (e ainda faz com que o Google fique sabendo)

É impossível saber com exatidão como funcionam os algoritmos do mecanismo de pesquisa (especialmente os do Google), mas sabemos que um dos principais fatores que eles levam em consideração é a quantidade de tempo que os visitantes passam em um site.

Isso é bem lógico, na verdade; se as pessoas passam mais tempo em um site, isso significa que esse site é mais interessante e, por isso, os mecanismos de pesquisa os posicionarão mais alto nos resultados da pesquisa.

Você sabia que as pessoas quase não lêem um texto inteiro na web?

Como estão com pressa, pesquisam procurando palavras-chave destacadas, cabeçalhos significativos, parágrafos curtos e listas.

Além disso, você sabia que o tempo médio de visita dos sites é de 8 segundos? Isso mesmo, apenas 8 segundos. Um vídeo explicativo colocado acima da dobra de seu site aumenta o tempo de visita em 2 minutos em média!

O número pode parecer um pequeno aumento, mas, na verdade, passar de 8 segundos para 2 minutos equivale a um incrível aumento de 1500%!

Além disso, esses 2 minutos oferecem tempo suficiente para você explicar seu produto ou serviço e, eventualmente, transformar esses visitantes em clientes e ajudar a aumentar suas vendas.

O YouTube é o segundo maior mecanismo de pesquisa do mundo

Logo atrás de seu pai, o Google, o YouTube é atualmente o segundo maior mecanismo de pesquisa do mundo e a terceira maior rede social.

Isso significa que é mais importante ter uma classificação alta no YouTube do que no Yahoo! ou Bing. Esse gigante de mídia social tem mais de um bilhão de usuários e as pessoas assistem a centenas de milhões de horas de vídeo todos os dias.

Sua empresa não deve perder a chance de ter uma classificação alta no YouTube e a única maneira de estar lá é com um vídeo. Então, por que não tentar criar um vídeo explicativo e adicionar a chance de explicar sua ideia de negócio em alguns segundos?

Vídeos são o conteúdo de marketing mais compartilhado nas redes sociais

Os vídeos on-line são o tipo de conteúdo mais compartilhado nas mídias sociais.

No Facebook, eles são compartilhados 12 vezes mais do que fotos e postagens de texto, e essa é uma das razões pelas quais a rede de Mark Zuckerberg está aumentando seus esforços em marketing de vídeo.

O Twitter está seguindo o mesmo caminho, incentivando o compartilhamento de vídeos com seus novos serviços de publicidade e hospedagem de vídeos. A mais recente rede social a investir na publicação de vídeos foi o LinkedIn.

Não espere que o seu vídeo explicativo se torne viral: tenha em mente que é um vídeo explicativo, não um vídeo engraçado.

No entanto, os vídeos explicativos podem ser muito úteis para gerar buzz em qualquer rede social, bem como anúncios, postagens em blogs e assim por diante, para atrair mais visitantes ao seu website.

Todos esses fatores aumentam seus esforços de SEO porque mais visualizações de sites equivalem a uma posição melhor nos mecanismos de pesquisa.

Como você pode ver, o conteúdo audiovisual é altamente eficaz e continuará no topo das paradas no futuro. Comece com um vídeo explicativo!
Informação é poder! Use-o a seu favor para melhorar sua próxima campanha de marketing.

Conte com a ajuda de um especialista em marketing digital para ajudar você na divulgação do vídeo de sua empresa.

Agora você aprendeu porque um vídeo explicativo pode impulsionar seus esforços e conversões de SEO ao mesmo tempo.

Esses vídeos animados são ferramentas de marketing incríveis, então use-os da maneira certa e prepare-se para aumentar suas vendas!

Mikael Araújo

Um apaixonado por tecnologia.

Especialista em SEO e consultor credenciado do Sebrae/CE.

La entrada Como os vídeos explicativos podem melhorar seu SEO e suas vendas? se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Se você é dono de uma agência talvez esteja familiarizado com o obstáculo que é fazer vídeos para seus clientes. Às vezes o que o cliente precisa é tão complexo que você prefere nem pegar o trabalho, pois não conta com alguém especialista em edição ou não tem tempo para dedicar a esse tipo de serviço. Ou, outras vezes, você até oferece o serviço, mas devido ao tempo trabalhado para produzir um vídeo, o serviço acaba saindo com um custo final alto e o cliente prefere não investir. Em ambos os casos, no fim você perde tempo e dinheiro.

Em tempos de marketing digital, é essencial que agências apresentem um amplo repertório em seu portfólio de produtos para se manterem competitivas no mercado. Essa preocupação foi o que levou a agência Kvilar a buscar uma solução para o problema.

Com clientes como lojas virtuais de moda, Kvilar estava constantemente perdendo demandas por não poder entregar vídeos de produtos a seus clientes. Além de que os resultados que estavam alcançando com suas estratégias de marketing digital não estavam satisfatórios. Estavam perdendo novos negócios e não estavam obtendo retorno direto das ações de marketing praticadas.

Carmen Pérez, CEO da Kvilar, sabia através de experiências passadas que o impacto de uma estratégia com vídeos é em torno de 80% maior que aquela com apenas imagens e texto, no entanto o custo e o tempo investido para produzi-los era muito alto para inclui-los no cotidiano da agência.

Desse modo, Carmen buscou por alternativas que pudessem oferecer a possibilidade de fazer vídeos com baixo grau de dificuldade e rápido Retorno sobre Investimento. Acabou encontrando Wideo, uma ferramenta que sua equipe logo dominou seus recursos e usabilidade. Em pouco tempo, Wideo possibilitou à agência oferecer um serviço de vídeos-marketing a seus clientes, com qualidade e preço competitivo. Com o valor agregado às suas estratégias de marketing online, a agência também aumentou o seu ticket médio em 389%.

“Somos especialistas em conteúdo e comunicação visual e poder inovar e transferir essa especialidade para um conteúdo audiovisual tem nos trazido resultados surpreendentes. Com toda a certeza, nós recomendamos Wideo para qualquer profissional da área – tendo conhecimento prévio em edição ou não.” – Carmen Pérez

Quer saber como pode começar a otimizar seus rendimentos com vídeos como fez a Kvilar? Fale com a gente:

Quero a solução certa para mim!

Vamos compartilhar experiências! Quais são as principais ações de marketing que sua agência pratica? Como você costuma fazer para criar vídeos e como isso tem sido para o seu negócio? Conte para gente nos comentários.

¨

La entrada [Casos de Sucesso] Agência Kvilar: +122% de lucro com vídeos se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 
Dicas de Animação do Agus Criando um Texto com Efeito Profissional

Nível de Dificuldade: Intermediário

Este post faz parte de nossa série de Dicas Wideo, que consiste em tutoriais mensais feitos por nosso Co-Fundador e Diretor de UX/Design, Agus Esperón.

Co-Fundador de Wideo.co & Diretor de UX/Design @agustinesperon

Mesmo que vídeos animados não devem ter uma grande quantidade de conteúdo textual, você sempre precisará acrescentar inevitavelmente algumas frases curtas ou palavras em seu vídeo que são elementos-chave para descrever conceitos importantes.

Um texto com um bom efeito de animação pode fazer uma diferença significativa visualmente e reter a atenção de seu público até o final do vídeo. Você pode criar facilmente essas animações de texto com Wideo e conseguir a imagem profissional que você está buscando.

Como fazer

Para fazer esse efeito no texto, teremos que combinar dois tipos de animações. Com Wideo, você pode animar objetos automaticamente com efeitos de Entrada e Saída, ou definir movimentos animados personalizados com marcadores na linha do tempo.

Saiba o que são efeitos de entrada e saída aqui.

1. Insira o texto em sua cena e adicione um estilo a ele. Selecione uma fonte, cor e defina seu tamanho.


2. Em seguida, clique em “Anime objeto” para ir ao modo de animação e reduza ligeiramente o tamanho do texto apenas diminuindo-o pela borda da caixa de texto. Quando ajustá-lo no tamanho ideal, clique em “Definir início” para registar este primeiro movimento.

3. Agora, amplie a escala do texto até que ele fique no tamanho final que você gostaria que ele aparecesse na tela e clique em “Confirmar”, para definir este tamanho do texto final.

Clique em “Ver Cena” ou pressione a tecla Enter no seu teclado para ver como ficou até agora.

Agora vamos combinar esta animação com um efeito automático de “Crescer”.

4. Selecione o texto e clique no botão azul de “Entrada” localizado sobre a linha do tempo e selecione a opção no menu “Crescer”.

Pronto! Você agora tem um texto com dois efeitos de animação combinados para parecer ainda mais profissional.

5. Você pode estender a duração do efeito de entrada “Crescer” esticando uma das extremidades do botão, assim como fazer a animação ser mais rápida ou mais lenta apenas movendo o segundo marcador para a esquerda ou direita.


6. Por último, clone esta cena quantas vezes você precisar. Clonando, você mantém os efeitos que já criou e o seu padrão visual, bastando assim apenas editar o texto em cada cena. Desse modo, você economiza tempo na edição!

Clique em “Ver wideo” ou pressione “Shift + Enter” para ver como o wideo ficou depois de editar o seu texto.

Reusar este Efeito Animado

Espero que esta dica seja útil para você fazer os textos em seus wideos com uma leitura mais fluída e dinâmica. Envie-me suas sugestões, dúvidas ou pedidos de tutorial para agus@wideo.co.

¨

La entrada Como adicionar efeitos de animação a textos em vídeos [Tutorial] se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Ainda não tem certeza se você precisa mesmo de um vídeo para seus propósitos? Aqui estão 10 razões para eliminar suas dúvidas e lançar-se de vez nessa tendência.

Vídeos são populares
  1. 93% dos profissionais de marketing usam vídeos para marketing online, vendas ou comunicação interna. Se você está entre os 7% que ainda não os usam, pode ser que esteja ficando para trás.
  2. As pesquisas online por vídeos de “Como fazer determinada coisa” tem aumentado em mais de 70% a cada ano. As pessoas preferem aprender através de vídeos e, sem dúvida, essa é uma tendência que só vai aumentar.

Vídeos melhoram o relacionamento com os clientes
  1. 80% dos visitantes de uma página web assistem a um vídeo, enquanto apenas 20% lêem de fato um conteúdo textual. Vídeos são muito mais atrativos quando um cliente acessa o seu site.
  2. Após ver um vídeo sobre uma empresa, 75% das pessoas visitam o site do anunciante. Vídeos incentivam o espectador a realizar uma ação através de um call-to-action¹, seja para completar um formulário, entrar em contato ou apenas navegar pelo seu site para conhecê-lo.
  3. Em e-mail marketing, usar a palavra “vídeo” no assunto aumenta as taxas de e-mails abertos em 19%, as taxas de cliques dentro do e-mail em 65%, e reduz as desinscrições em 26%. As pessoas preferem ver um vídeo em seu e-mail do que ler um montão de texto.

Vídeos tem melhor desempenho em resultados de pesquisas
  1. Quando ambos texto e vídeo estão disponíveis sobre o mesmo tema na mesma página, 59% dos visitantes que vieram de uma busca escolhem assistir ao vídeo.
  2. Em uma pesquisa, vídeos atualmente aparecem em 70% das Top 100 listas de resultados de busca. Ao pesquisar no Google, os vídeos aparecem no topo.
Vídeos são o futuro
  1. Até ano que vem, 74% de todo o tráfego online será de vídeos. Esta tendência de aumento seguirá crescendo nos próximos anos.
  2. 76% dos profissionais de marketing planejam adicionar vídeos em seus sites, e configura uma prioridade maior que fazer postagens no Facebook, Twitter e em blogs.
  1. Nos próximos anos, 64% dos profissionais de marketing esperam contar com vídeos como instrumento essencial em suas estratégias.


Com todos estes números provando que vídeos online é uma tendência global sem volta, certamente está na hora de usufruir dessa ótima ferramenta para atingir seus objetivos. E então, o que está esperando? Compartilhe conosco suas dúvidas abaixo!

¨

¹ Call-To-Action (CTA): significa “chamada para ação”. Geralmente são links embutidos em botões e palavras que redirecionam os usuários a uma nova página com o intuito de concluir uma ação. Por exemplo, um call-to-action é eficaz se ao clicar em um botão ‘COMPRE AGORA’ após a promoção de um produto, o usuário efetuar a compra.

¨

La entrada 10 estatísticas que provam que você precisa de um vídeo marketing se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Um vídeo em sua landing page¹ ajuda potencialmente na performance de seu site e aumenta taxas de conversões. Isso é especialmente o caso se você vende um produto de especificações mais complexas, já que tem a oportunidade de resumi-lo descritivamente de forma ordenada e concisa em alguns segundos de vídeo. Ou se você trabalha em um ramo muito técnico ou maçante, que pode fazer com que o assunto fique mais leve; e se vende algo que é essencialmente visual.

Pesquisas recentes por Eyeview Digital demonstraram que o uso de vídeos em landing pages pode aumentar as conversões em 80%.

Mas a página precisa ser organizada, limpa e livre de distrações para que tenha um bom desempenho. E adicionar um vídeo a ela é um passo delicado que deve ser feito corretamente. Fazer vídeos de qualidade é uma chave fundamental para o processo – contudo, certifique-se de seguir estes seguintes passos.

Nunca coloque um vídeo em auto-play… A menos que seja landings de vendas

Atualmente há muitos sites por aí que estão usando vídeos configurados para reproduzir automaticamente quando você acessa a página. Esta seria uma solução viável? Talvez em alguns casos, mas na maioria deles pode ser um desfavor ao seu negócio.

Há poucas experiências online mais irritantes que visitar uma página e perceber que o seu navegador está estranhamente lento até que… bam! Começa a tocar um vídeo no último volume e você nem sabe de onde está vindo e como pará-lo. Se o visitante quiser ver o vídeo, ele aperta o Play. Simples assim.

Contudo, como toda regra há exceção, em landing pages de vendas – ou seja, aquelas em que se faz uma oferta clara e o visitante tem a opção de adquirir o seu produto – usar vídeos em reprodução automática é uma manobra válida. O objetivo desta página deve ser sempre orientado a levar o seu potencial cliente a realizar a ação desejada (através de um call-to-action) o mais rápido possível, sem distrações e desvio de informação.

O tempo é tão precioso em landing pages que você tem apenas alguns segundos para fisgar seu visitante, ou corre o risco de perder uma conversão. Se o vídeo já está preparado automaticamente para começar, você ganha alguns segundos que o visitante teria que reconhecer a caixa de vídeo e apertar o play. Além de possivelmente ganhar a atenção daqueles que tampouco apertariam o play para reproduzi-lo.

Teste vídeos com diferentes durações

Se há uma variável que você precisa fazer um teste A/B em sua página, esta variável é a duração do vídeo. A regra geral é fazer o vídeo o mais breve possível, mantendo todas as informações relevantes para o seu produto ou negócio. Teste a versão completa, e depois retire toda informação que não é essencialmente crucial, e o faça ainda mais curto. Vá direto ao ponto. Teste. Mensure os resultados com cada uma das versões e certifique-se se está deixando as informações-chaves. Descubra quais são os segundos críticos do vídeo, que fazem diferença diretamente na taxa de conversão.

Importante: Você não deve testar um vídeo longo e um vídeo curto, e sim testar um vídeo curto e uma versão ainda mais curta.

Acerte as dimensões do vídeo

Use uma calculadora de dimensões para se certificar de que a altura e largura de seu vídeo estão corretas. Se as dimensões estiverem erradas, a visualização de seu vídeo ficará distorcida – e, além do vídeo ficar assimétrico, esse erro também passa a imagem de amadorismo.

Use o vídeo como ferramenta de SEO

Como esse estudo da Unbounce nos lembra, páginas que contêm vídeo são 50 vezes mais propensas a aparecer na primeira página de pesquisa do Google. Desse modo, otimize o seu vídeo para obter bom desempenho em SEO escolhendo palavras-chave relevantes para classificá-lo e incluindo-as também no título e na descrição.

Um vídeo bem feito pode impulsionar o desempenho de todos os elementos mensuráveis em uma landing page, incluindo conversões de registros e vendas. O vídeo ajuda a explicar o seu produto, pode entreter o espectador e ainda gerar maior reconhecimento de marca. Mas o mais importante, o vídeo pode compilar e passar informações convincentes e conclusivas dentro do curto período de tempo que as pessoas gastam visitando uma página web. Sua landing page deve conter um vídeo? Seguramente, mas este deve ser otimizado e projetado especificamente para este fim para que renda bons resultados.

¹ Páginas de conversão, do termo em inglês Landing Pages, são páginas criadas para o seu site com o objetivo bem definido de produzir uma Conversão desejada para o seu negócio. – Via Resultados Digitais.

¹ Landing page (ou página de destino/entrada) é a página por onde o visitante chega a um site, quando clica em um resultado de busca ou em um anúncio de banner ou links patrocinados e é direcionado.

¨

La entrada Como vender mais com vídeos em sua landing page se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Vídeos de animação são ótimos para prender a atenção com seus efeitos e gráficos de movimento, mas quando você adiciona mídias como fotos ou GIF’s, o contraste visual produz ainda mais impacto.

Hoje vamos mostrar como você pode importar arquivos em GIF para seus wideos para conseguir esse efeito, usando apenas sua conta em Wideo, o GIF de sua escolha, e este template.

1º Passo: Crie o seu GIF

Além de ser uma plataforma de busca para GIF’s na Internet, Giphy também é uma ótima ferramenta para criar seus próprios GIFs animados fazendo o upload de arquivos de vídeo, ou inserindo um link de vídeo. Você também pode usar o aplicativo LICEcap para criar seus próprios GIF’s apenas capturando a tela de seu computador de maneira fácil e rápida.

2º Passo: Upload o GIF ao editor

Depois de criar o GIF que pretende utilizar, vá até Wideo e importe o arquivo pelo menu de Imagens do editor.

Selecione um ou vários arquivos para subi-los aos editor. Em seguida, arraste e solte o seu GIF para a cena. Você pode vê-lo animado clicando no botão de Ver cena no canto inferior esquerdo.

3º Passo: Anime com o GIF

E então, você pode utilizar o GIF como imagem de fundo e sobrepô-lo com um texto animado e usar o vídeo para as redes sociais ou campanha de e-mail marketing. Também pode criá-los para fazer vídeos tutoriais ou demonstração de produto. Há infinitas possibilidades!

Dê uma olhada em como o vídeo ficou:

Quer usar a imagem de fundo deste vídeo com o GIF do Mr. Wideo? Clique no botão abaixo!

Reutilizar este template

Compartilhe seus wideos, dúvidas ou sugestões conosco abaixo!

¨

La entrada Tutorial: Adicionando GIFs animados em seus vídeos se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Desde que o Facebook introduziu seu componente de vídeos nativos, sua estratégia tem sido orientada a obter uma fatia da audiência do YouTube. Essa concorrência entre as duas mídias tem se acirrado, já que o Facebook se provou muito útil para reprodução de vídeos assim como o gigante do Google. Por isso, para os profissionais de marketing atualmente fica a questão: onde investir recursos?

Se você tivesse que escolher entre as duas plataformas para a sua estratégia de vídeos online, qual delas escolheria?

Consultamos alguns especialistas em marketing digital mundiais para saber suas opiniões. Leia abaixo o que eles têm a dizer sobre isso e compartilhe também seu ponto de vista nos comentários.

YouTube – é o número 1, afinal de contas. Os próprios anúncios TrueView sozinhos são uma opção poderosa para aumentar o reconhecimento da marca. Além disso, a audiência do Facebook é menos receptiva para mensagens focadas em negócios – especialmente para B2Bs.”

Brendan Cournoyer, diretor de Marketing de Conteúdo da Brainshark. Escreve sobre estratégia de conteúdo, capacitação de vendas, Inbound Marketing e SEO.

“Minha sugestão seria o YouTube e utilizar Blogs que contam com conteúdos em vídeos que já possuem grande tráfego e influência.”

The Shelf, especialistas em Influencer Marketing.

“Isto depende se existe orçamento para investir em publicidade dentro das plataformas. Se não, YouTube! Facebook é muito difícil de se progredir organicamente.”

Sam Hurley, é chefe de SEM em Midas Media e entusiasta de growth hacking.

“Todos os seus vídeos precisam estar no YouTube. Por quê? Três palavras: propriedade do Google. Contudo, se o Facebook é importante para o seu planejamento de marketing de conteúdo, vale o esforço extra de também publicar seu vídeo por lá – e não apenas postar os links – já que os vídeos nativos obtêm alcance muito maior.”

Rachel Parker é proprietária de Resonance. Presta consultoria a empresas para atrair e reter clientes através do poder de conteúdo de qualidade.

“O YouTube continua sendo o rei. Por quê? Eles foram os pioneiros, e é isso que eles fazem. YouTube é o YouTube. Além de ser o segundo maior buscador do mundo, atrás apenas do Google. As pessoas confiam nele, gostam dele, o conhecem bem e o usam diariamente. Não há razões para abandonar uma plataforma excelente pelo potencial de outra.”

Karim Noujaim, consultor de marketing digital e fundador do DatTwenty.com.

“Depende da necessidade atual do negócio, mas devo dizer que a capacidade do Facebook em colocar a audiência em um grupo target personalizado é poderoso demais para ignorar.”

Cindy Yang Lee, gerente de pesquisa e mídias sociais em Xerox Office e fotógrafa.

Ambos são essenciais. Você não pode contar com apenas uma plataforma, já que cada uma tem seu público específico.”

Pratik Dholakiya, é especialista em marketing de conteúdo e co-fundador de E2M Solutions e MoveoApps. Também é colaborador para a Fast Company, Moz e Entrepreneur.

“Depende dos objetivos e do público em questão. Acredito que o Facebook é ótimo para alcance e visibilidade, mas o YouTube é melhor no engajamento. A média de visualização que um usuário assiste um vídeo no Facebook é por 2 segundos, e a média no YouTube é por 30 segundos.”

Lauren Mckay é redatora criativa e editora chefe na agência de marketing Brafton.

“Eu não posso escolher entre um ou o outro. Para mim, são os dois, com testes, otimização e publicidade paga.”

Douglas Karr, consultor de empresas de tecnologia e marketing e fundador do Marketing Tech Blog.

“A verdade é que ambos YouTube e Facebook são necessários para serem partes integradas de uma estratégia de vídeo-marketing eficaz. De fato, contar com o Facebook agora agrega muito à rápida disseminação e também ajuda a ser visto no YouTube por sua audiência. Você pode usar as forças de ambos para maximizar a eficácia de sua estratégia. Atinja seus propescts pelo YouTube, e use o Facebook para interagir com sua comunidade e converter vendas.”

Sanjeeva Shukla assessora startups, pequenos negócios e setores públicos para o crescimento com base em ICT – Inteligência Competitiva Tecnológica.

Ambos! Além de Instagram e Snapchat! Acredito que as empresas devem estar presentes nas duas plataformas, mas com conteúdos distintos. E focar mais esforços na que for mais relevante para o seu público. O YouTube funciona mais como uma ferramenta de busca, de onde os usuários extraem informações específicas, enquanto o Facebook é seu fluxo pessoal de notícias. Como saber em qual focar mais? Tentativa e erro. Tente diferentes conteúdos para todas as plataformas.”

Florian Bracht, gerente de marketing online, mídias sociais e SEA em Exelution.

E então, para você, YouTube ou Facebook? Deixe sua opinião nos comentários!

Posts relacionados populares:

8 Dicas simples para gerar mais tráfego ao seu canal do YouTube

10 ações para uma campanha de vídeos-marketing de sucesso [Infográfico]

Como usar vídeos no funil de vendas para atrair mais clientes

¨

La entrada YouTube x Facebook: Qual é melhor para postar os vídeos do seu negócio? se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Um milhão e oitocentas mil. Essa é a quantidade de palavras que equivale a um minuto de vídeo, segundo o estudo por Forrester Research. (Leia mais sobre isso em: Viver de Blog)

Como conhecidamente o ditado dizia “uma imagem vale mais que mil palavras”, essa estatística expõe uma razão a mais para se usar elementos audiovisuais para difundir seu produto e impulsionar seu negócio.

Contudo, para dominar bem este recurso, não basta apenas criar um vídeo genérico e postá-lo de maneira pontual em suas mídias digitais. Para colher resultados duradouros, é necessário fazer dos audiovisuais utensílios de sua estratégia de marketing global, alinhados com as etapas de vendas. Um estudo do Grupo Aberdeen revela que 60% das empresas líderes de mercado usam vídeos atualmente ao longo das etapas do funil de marketing (ver imagem abaixo).

Um caso de uso de vídeo marketing de alto nível não apenas gera novos leads¹, como também é capaz de direcionar seus clientes através de cada etapa do funil de vendas² para mantê-los interessados no que você tem a oferecer. Um conjunto dinâmico de conteúdos específicos em vídeos para cada fase do ciclo de vendas é a regra de ouro, se você está buscando aumentar seu alcance e, consequentemente, suas vendas.
[Tweet “”Impulsione vendas criando um mix de conteúdo em vídeos para cada fase do funil de marketing.””]

O topo do Funil

Para começar, o conteúdo do topo do funil deve ser unicamente para apresentar-se ao seu público-alvo, deixá-lo ciente da existência de um produto ou serviço que oferece uma solução a ele. Estes vídeos devem ser atrativos para captar a atenção do espectador em poucos segundos enquanto conta como seu produto ou serviço pode resolver uma dor³ específica de seu cliente. Quanto mais personificação no conteúdo, melhor – conte uma história que o espectador vai se identificar de imediato. Vídeos explicativos para dispor em sua landing page também funcionam bem.

  • Veja este ótimo exemplo da H2App abaixo:

Que tipo de vídeos produzir nesta fase:

Dicas e Como Fazer: Elabore listas de dicas relevantes sobre um conteúdo relacionado ao seu produto ou sobre o problema que ele resolve. Demonstre como fazer ações simples que ajudam de fato o seu target, assim você atrairá interessados, ou potenciais compradores. Mostrar que você está comprometido com este tema (vinculado ao seu produto) reforça a credibilidade que você tem no ramo.

Infográficos em vídeo: Crie uma infografia sobre um tópico relevante e/ou atual de seu mercado e a formate em apresentação animada. É uma forma simples de impulsionar sua divulgação e gerar engajamento.

Conteúdo bem-humorado e humanizado: Use efeitos de edição descontraídos e mostre à sua audiência o seu escritório, apresente sua equipe ou crie situações cômicas no cotidiano do trabalho. Isso constrói uma imagem agradável a seu público em geral e curiosidade para saber mais sobre você.

A metade do Funil

Nesta fase, sua audiência encontrada aqui já é considerada prospects, ou seja, leads que têm intenção de compra. Desse modo, a maior parte do seu conteúdo deve ser enfocada aqui, onde seus potenciais clientes podem entender melhor sobre seu produto, avaliá-lo e, por último, efetivar a ação esperada: a compra.

Não é a quantidade em si que importa, mas sim a qualidade da informação – crie um conteúdo útil para ajudar no processo de decisão de seu consumidor e mostrar a ele que você é a solução que estava procurando.

Que tipo de vídeos produzir:

Depoimentos de Clientes: Compartilhe a opinião de seus clientes e relatos de como o seu produto ou serviço tem os ajudado em determinadas áreas.

Demos de Produto: Mostre de forma mais profunda como funciona seu produto/serviço e antecipe as possíveis dúvidas de seus clientes.

  • Veja este excelente exemplo do CotaBox mostrando seu produto passo-a-passo:


 Por Iara Rodrigues

*Dica: Temos templates especiais para demos de produto que te ajudarão a começar com o pé direito.

Vídeo de Casos de Sucesso: Mostre como seus melhores clientes têm usado seu produto para determinados propósitos com ótimos resultados.

O Fim do Funil

Enquanto os vídeos anteriores contribuiram para fechar o negócio, na ponta do funil eles servirão para fazer o follow up pós-venda. É importante assegurar o cliente de que ele fez a escolha certa, estreitar laços de confiança e construir um relacionamento com ele, pois o mesmo cliente pode voltar a adquirir seu produto e/ou se tornar influenciador para novos leads para o seu negócio. *Lembre-se que pessoas são 12 vezes mais persuadidas por outras pessoas do que por profissionais de marketing.

Que tipo de vídeos produzir:

FAQs: Prepare uma série de questões sobre o seu produto que podem ser respondidas por meio de um vídeo.

Vídeo Instrutivos: Antecipe quaisquer dúvidas que seus clientes possam ter pós-venda. É muito comum surgirem dúvidas dependendo de seu produto/serviço, então seja atencioso às necessidades de seus clientes mesmo após a venda.

Atualizações do Produto: Mantenha seus clientes atualizados sobre qualquer novo desenvolvimento, pacote de serviços, preços, lançamentos ou outros novos recursos que podem incentivar uma nova venda ou ser de interesse geral.

*Dica extra: Certifique-se de que seja fácil entrar em contato com você, inclua botões de Call-To-Action no final do vídeo vinculados ao link de sua página de Contato ou inclua diretamente seu email e/ou telefone.

[Tweet “”Use vídeos para adquirir novos leads, cultivar relacionamentos e convertê-los a clientes.””]

Conclusão do artigo em um parágrafo:

Em síntese, vídeo não é apenas o formato de conteúdo preferido por muitos leads, como também é altamente persuasivo. Criando diversos tipos ao longo do funil de vendas, você estará conduzindo seus potenciais clientes à aquisição, além de estar agregando credibilidade à sua imagem, impulsionando seu negócio, gerando engajamento e melhorando os resultados.

¨

¹ Leads: pessoas que demonstraram interesse no seu produto/serviço – visitaram o site da empresa, entraram em contato ou se inscreveram em seu mailing.

² Funil de vendas: é o processo de aquisição de um cliente, desde que conhece seu produto até que você ganhe sua confiança e ele adquire seu produto.

³ Dito de marketing para designar um problema de determinado público-alvo a ser resolvido.

La entrada Como usar vídeos no funil de vendas para atrair mais clientes se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Aproveite um de nossos templates para criar o seu próprio vídeo empresarial. Wideo conta com diversas opções para você, inclusive templates em Modo de Apresentação, para que você crie apresentações incríveis – tão fácil como um Power Point.

Confira aqui alguns modelos muito usados!

  • Planejamento de Marketing como Modo de Apresentação:

  • Apresentação Empresarial:

Ficou curioso? Visite nossa página de templates aqui e experimente grátis hoje mesmo!

¨

La entrada Templates prontos para fazer vídeos se publicó primero en Wideo.

  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

O YouTube é uma mídia social incrível. Além de 100 horas de novos vídeos ao site por minuto, é também a segunda maior ferramenta de pesquisa do mundo. Sendo assim, é muito comum seu vídeo se perder nesta imensidão do YouTube, mas felizmente há algumas maneiras simples e eficazes de gerar tráfego orgânico para seu canal. Aqui estão algumas dicas para ganhar mais cliques:

1. A primeira impressão é a que fica

Não menospreze as miniaturas! A imagem fixa que representará seu vídeo é a primeira coisa que as pessoas vão ver quando ele aparecer nos resultados de pesquisa, e esta poderá levar a duas coisas: o clique, ou a indiferença.

Então, é preciso tornar seu vídeo atraente à primeira vista. O YouTube fornece automaticamente três opções de miniaturas para escolher quando você faz o upload de um vídeo, mas o grande truque é personalizar com uma imagem mais adequada que chame atenção ao seu tema. Este simples gesto faz uma grande diferença no final.

2. Analise o seu título e a descrição do vídeo

Um bom título instiga o público a clicá-lo e melhora os resultados de pesquisa, fazendo seu vídeo aparecer com mais frequência nas primeiras páginas de busca. O primeiro termo do título deve ser uma palavra-chave, seguido por até 5 palavras sobre o que é destaque no vídeo. O título deve ser claro e conciso, enquanto a descrição deve conter entre 2 a 4 frases curtas que expõem o seu tema brevemente. Você pode também incluir um link para mais informações, opções de contato e uma frase impacto.

3. Crie uma imagem de fundo personalizada

Agregue à sua página um design limpo. Sua imagem de fundo fala muito sobre seu canal, por isso, além das opções de tema e cores que o YouTube oferece, você também pode importar sua própria imagem de fundo, ajudando você a se destacar dos demais.

4. Destaque o seu melhor vídeo

O YouTube mostra automaticamente os seus vídeos mais recentes no destaque da sua página do canal. Para os usuários que postam regularmente, isso é o ideal, mas para aqueles que postam menos, a melhor opção é deixar o seu principal vídeo como “capa” do canal.

Veja como: Vá em configurações em “Meu Canal” e selecione “Vídeos e Listas de reprodução” (ou Playlists). Usando o menu suspenso “Vídeo em destaque”, você pode escolher um vídeo da lista.

5. Não poupe Tags

Adicionar tags de palavras-chaves aos seus vídeos e ao seu canal é fundamental. Com elas, é mais fácil para o seu canal ser encontrado por sua audiência. Basta inserir várias delas nas configurações avançadas (quanto mais, melhor!).

6. Preste atenção aos comentários

Involva-se com o seu público. Tire um tempo para ler os comentários do canal e dos vídeos e respondê-los. Exclua ou denuncie comentários de spam para não deixar seu vídeo com aquela aparência de “abandonado”.

7. “Atividade Recente” é uma via de mão dupla

Não se esconda! Mostre o que você andou fazendo no YouTube recentemente. Se você gostar ou favoritar um vídeo no YouTube, esta ação irá aparecer na sua “Atividade Recente”, e estará vinculada ao canal que você curtiu.

É uma maneira simples de fazer contatos no YouTube e pode trazer público ao seu canal. Outros donos de canais que receberam likes ou foram favoritados são mais propensos a clicar para dar uma olhada em seu conteúdo em troca.

8. Usuários adoram playlists

Crie listas de reprodução dos seus vídeos em vez de ter uma série de vídeos separados. Comece com os vídeos mais populares ou recentes para atrair novo público e mais visualizações de vídeos diferentes, porém vinculados entre si.

Estas pequenas ações podem ajudá-lo a obter considerável aumento de cliques. Apenas experimente, já que é aumento orgânico, todo resultado é lucro!

Faça vídeos animados para o YouTube: Comece agora!

Saiba como usar vídeos templates aqui.

¨

La entrada 8 Dicas simples para gerar mais tráfego ao seu canal do YouTube se publicó primero en Wideo.

Read for later

Articles marked as Favorite are saved for later viewing.
close
  • Show original
  • .
  • Share
  • .
  • Favorite
  • .
  • Email
  • .
  • Add Tags 

Separate tags by commas
To access this feature, please upgrade your account.
Start your free month
Free Preview